PNG.png

INSTITUTO ÀWÚRE DE INCENTIVO CULTURAL AFRO BRASILEIRO 

Na Língua Yorùbá, Àwúre significa Boa Sorte, Afortunado!

 

 

SEJA BEM VINDO

COMO NASCEMOS

IAIC- INSTITUTO ÀWÚRE DE INCENTIVO CULTURAL AFRO BRASILEIRO, é uma organização da sociedade civil, fundada em 20 de agosto de 2000, por um grupo de amigos com o objetivo de difundir por meio da comunicação em mídias sociais à cultura dos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana, que possuem uma visão de mundo diferenciada, filosofia própria, forma de alimentação tradicional, hierarquia, linguagem, vestimentas e respeito aos seus ancestrais. Vivenciando a luta constante e antirracista ao redor do mundo, viu-se a urgente necessidade militar ao redor das mídias sociais. Desta forma inicia as ações do Instituto Àwúre, uma instituição que teria como seu objetivo principal difundir o conceito de “Povos Tradicionais”; Definido isso, se inscreve a carta de princípios e se elegem a primeira diretoria, e de forma pioneira iniciam seus trabalhos pelas redes sociais (Facebook).

 

Ao longo de 11 anos publicou e deu a conhecer muito sobre a cultura afro-brasileira, e foi justamente por isso que em 2011 recebeu da Empresa Facebook o reconhecimento de “Maior Instituição Brasileira de divulgação dos Povos Tradicionais de Matriz Africana”, esse premio nos deu novo animo, e começamos a idealizar o Instituto Àwúre de forma física, com uma sede fortalecendo o resgate cultural Africano através da ancestralidade, desta forma em 2014 em assembleia fizemos a Ata Oficial do Instituto Àwúre, ganhamos forma, e surpreendentemente em 2015 fomos novamente homenageados pelo Facebook, pois a página era a que mais crescia no Brasil em visitações.

 

Vivenciando tudo isso, em 2017 finalmente a Diretoria da Instituição resolve registrar como organização da sociedade civil e conferir ao Instituto um CNPJ.  Hoje a rede social do Instituto Àwúre tem mais de 98 mil curtidas mais de 45 mil compartilhamento e mais de 30 mil comentários diários na página.

 O IAIC- Instituto Àwúre de Incentivo Cultural Afro Brasileiro, em toda sua historia possui uma relação de interdependência, ou seja, não atua de maneira isolada, busca desempenhar um papel fundamental no funcionamento da sociedade, e desta forma podemos hoje oferecer aos Povos e Comunidades  Tradicional de Matriz Africana, ao povo negro é afro descendente um trabalho voltado ao fortalecimento da nossa cultura.

 

Para nós do IAIC, ou simplesmente Àwúre um pilar  importante: “Cultura Africana”, “Resgate Cultural” e “Ancestralidade”, são o tripé da nossa organização!

 

A CULTURA AFRICANA, pois essa tem uma característica principal: a diversidade. Reconhecemos no continente africano o ponto de origem do ser humano, com todos os seus idiomas, assim como religiões, regimes políticos, condições de habitação, de atividades econômicas e de cultura, pois essa tem uma característica impulsionadora para nós do Àwúre: A DIVERSIDADE!

 

O RESGATE CULTURAL, quando mantemos usos, costumes e valores, herdados dos nossos antepassados, através da repetição, dizemos que é uma tradição. Usamos da nossa missão para despertar no individuo a motivação e o interesse sobre a sua própria cultura, e daqueles que formaram nossos costumes. Vivemos perfeitamente a nossa ANCENTRALIDADE, pois ela é a nossa identidade cultural herdada de nossos ancestrais, ela é composta de história, costumes, língua e hábitos, com ela formamos a base cultural que nos acompanhará e que nós acrescentaremos para lega-la aos nossos descendentes.

 

Em sua pedagogia, o Instituto diferencia-se pelo uso das mídias sociais enquanto ferramenta de Disciplina, Enfrentamento ao Racismo Institucional, Empoderamento, Cidadania e Consciência Negra, quando pauta em suas ações, a autoestima e as lutas do povo negro no combate a toda e qualquer forma de racismo. 

 

O Instituto Àwúre tem como objetivos:

 

Exercer o controle social na formulação, execução e avaliação de políticas públicas, no âmbito nacional, contemplando as mais diversas temáticas;

 

Mobilizar a sociedade civil em torno da importância de preservar, garantir a cultura dos povos tradicionais, procurando incentivar e apoiar articulações de caráter local e nacional;

 

Fortalecer e defender a autonomia, dos povos tradicionais de matriz africana, comunidades quilombolas, afrodescendentes, povos indígenas é ciganos, através de ações de formação e mobilização;

 

Estabelecer interlocução com o poder público e colaborar para o avanço da legislação que garanta os direitos é a preservação da cultura negra é afrodescendentes municipais, estadual e federal.

 

Atividade: 

 

O presente documento constitui-se na perspectiva de justificar por parte do IAIC- INSTITUTO ÀWÚRE DE INCENTIVO CULTURAL AFRO BRASILEIRO, uma Organização da Sociedade Civil, sem fins lucrativos, presente no cenário do terceiro setor desde ano 2000, registrada pelo CNPJ 27.128.712/001-95, tem como missão Promover o desenvolvimento, e a ascensão político-social da população negra por meio da educação e valorização da “Cultura Africana”, “Resgate Cultural” e “Ancestralidade”. Pela qual compreendemos nossa missão, em desenvolver condições favoráveis para a instauração, instrumentalização e funcionamento de uma rede de Controle Social, atuando em sua atividade principal na consolidação da comunicação de ações sociais, politicas públicas voltados para os Povos e Comunidades Tradicionais com base no decreto Nº 6.040, de 7 de Fevereiro de 2007, no qual se Institui a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais, estatuto de Igualdade Racial Capitulo III é os tratados intenacionais de direitos humanos a qual o Brasil é Signatário.
O IAIC, enquanto organização social milita nas áreas de assistência social, cultura; defesa e conservação do patrimônio histórico e artístico; educação; produção e divulgação de informações; promoção da ética, da cidadania, da democracia e dos direitos humanos; pela garantia de direitos, das mulheres e homens do campo, da cidade, das águas e das florestas, representantes de movimentos e organizações sociais de população negra, povos tradicionais de matriz africana, povos indígenas, povos de terreiro, quilombolas, quebradeiras de coco do babaçu, extrativistas, faxinalenses, ciganos, ribeirinhos, pescadores artesanais, assentados da reforma agrária, camponeses agricultores familiares, pomeranos, caboclos, catadoras de mangaba, retireiros do Araguaia, caiçaras, vazanteiros, pantaneiros, comunidades de fundo de pasto, e demais povos e comunidades tradicionais.

 

 

IAIC - INSTITUTO.png

Missão

Promover o desenvolvimento, e a ascensão político-social da população negra por meio da educação e valorização da “Cultura Africana”, “Resgate Cultural” e “Ancestralidade”.

Visão

Ser uma instituição referência no desenvolvimento e valorização da diversidade étnico-racial, apreciando os conhecimentos oriundos da ancestralidade e dos  fazeres da diáspora africana.

 

WORKSHOP, palestras & SIMPÓSIOS.png

ATIVIDADES REALIZADAS PELA INSTITUIÇÃO 

 

Encontro de Juventude – Tema “Sou Nego”  atingimos 387 participantes;

 

Fórum – Brasil e Negro:

Local Câmara dos Vereadores – atingimos 400 pessoas;

 

Oficina de Moda Afro:

Local Casa de Cultura da Cidade Tiradentes 150 alunos;

 

Roda de Conversa – Tema “Mulher Negra a mais Forte”

 Local Sesi – 240 participantes;

 

Simpósio – Resgate a Cultura Africana o que o Racismo não Conta!

Local ALESP – 2016 – atingimos 350 participantes.

 

Congresso Diversas Vozes "Por uma Sociedade Plural" em Maio de 2017 

Local ALESP - 2017 - atingimos 200 participantes.

 

Seminario Empoderamento da Cultura Negra;

Universidade UniNove - 2017 - atingimos 250 paticipantes.

 

Formação de Professores baseado na Lei 10639/03 - 2017 

Escolas Publicas Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo